Loved by two.
Loved by two.
Loved by two.
Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa da beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor.
R E P O U S E

Ando me preocupando demais por alguém que tá longe de merecer qualquer tipo de afeto.

Caio Fernando Abreu.

Eu te vi chorar depois de muito tempo, e você já não se lembrava o que eram as lágrimas. Eu vi a muralha desabar em dor, eu te vi tão fria se derretendo em ódio. Finalmente cansou de mentir dizendo que era forte, cansou de se esconder atrás de certezas que nunca teve. Olha só pra você, passou muito tempo regando as mágoas, passou muito tempo se remontando á cada dia com uma peça a menos, e agora a estrutura cedeu, você está com as mãos no rosto se perguntando “Por que eu? Por que isso? Por que não posso apenas desaparecer?”. Você sempre disse que sabia lidar muito bem com seus medos, e por ironia, foram ele que te engoliram.

Sean Wilhelm.  

Eu gostaria de dizer que a vida é cheia de encontros e papos legais e agradáveis, entre outras possibilidades românticas, mas não é. Não há consolo, apenas esperas e incertezas e corações esburacados. A vida não é feita de campos de morangos para sempre, como aquela dos Beatles. Ela é feita, em sua imensa maioria, de cretinos de carteirinha e clubes de risadas mórbidas.

Gabito Nunes.  
deliriosk says: te amo, seriao :3

Awn venca


manuscritar says: Boa noite Gabss []

Boa noite moor


revoltad-0 says: Puta <3 Irmão <3

Kkkkkkk vsferrar


Anônimo says: Eu n entro no tumblr pelo pc então n da p clicar no about me

Sóla

Mento


— Cê vai ficar comigo?
— Vou.
— A noite toda?
— É. Agora dorme.
(15 min. de silêncio)
— Mor?
— Fala.
— E se a ligação cair?
— Você já vai estar dormindo.
— E se eu tiver acordada?
— Você me liga de volta. Fecha os olhinhos.
— Tá.
(10 min. depois)
— Ei, amor, está aí?
— Tô, Ju. Não vou sair daqui.
— E se o seu telefone descarregar?
— A bateria tá cheia.
— E se o meu descarregar?
— Perdeu o carregador?
— Não, mas eu tô no escuro.
— Juliana, só dorme. Tá bom? Dorme.
(Meia hora depois, a respiração dela ainda podia ser ouvida)
— Ju? Está aí?
— Tô, amor.
— Minha nossa senhora, cê não vai dormir?
— Acho que eu tô com medo…
— De ficar sozinha. Eu sei. Te conheço. Pois bem. Vou te ensinar uma coisa. Pega três travesseiros e coloca ao seu redor.
— Tá.
— Agora pega um lençol aí e os cubra. Direitinho.
— Ok, e agora?
— Agora fica deitadinha. Você tá no quadrado mágico da proteção. Fecha os olhinhos. Estou do seu lado, te abraçando, ok? Melhor agora?
— Muito melhor.
— Fico imaginando quando é que a gente vai poder dormir juntinho assim, sabe, Ju. Eu tenho esse meu jeito marrento, mandão de ser, você sabe, mas eu sou pura manteiga derretida por dentro. Não consigo dormir enquanto você não dorme, tá ligada? Parece que qualquer coisa vai te acontecer e eu não vou estar por perto pra te proteger, sabe assim? E eu não suporto a ideia de alguma coisa atingir a minha pequena. É isso que você é, tá sabendo, Ju? (silêncio) Ju?
(Ele ouvia apenas a respiração lenta, quase inaudível da garota.)
— Ih, dormiu. — desligou o telefone e continuou falando sozinho, como que pra si — Missão cumprida. A princesa está salva.

O quadrado mágico da proteção.   

Quando você é uma garotinha, você acredita em contos de fadas e diz que vai encontrar o príncipe encantado e ele vai estar em qualquer lugar que você quiser que esteja. Nos contos de fadas, sempre é bem fácil descobrir o vilão, ele sempre está usando uma capa preta. Então você cresce, e percebe que o príncipe encantado não é tão fácil de encontrar como você pensou. O vilão não está usando uma capa preta, ele é bem engraçado, te faz rir e tem um cabelo perfeito.

Taylor Swift.  

— Você a ama a ponto de deixar ela ser feliz com outro?
— Eu a amo a ponto de não deixar isso acontecer.

Anônimo.